Personal tools
You are here: Home Clientes Dança Sem Fronteiras Cegos, cadeirantes e bailarinos renovam a linguagem da dança

Clientes

Cegos, cadeirantes e bailarinos renovam a linguagem da dança

Nov 06, 2013

Projeto iniciado em outubro também leva a arte para dentro de escola pública de São Paulo

Em outubro, no palco do Teatro Sérgio Cardoso, em São Paulo, cegos, cadeirantes e bailarinos profissionais ofereciam um inusitado e contagiante espetáculo de dança dentro da Mostra Internacional + Sentidos. O espetáculo, Na Mesma Cena, é parte do projeto Dança Sem Fronteiras, idealizado pela coreógrafa e bailarina Fernanda Amaral que, após 20 anos de trabalho na Europa, retorna ao Brasil com a proposta de criar uma paisagem de corpos e de realidades diversas que fomenta o exercício de ampliação dos horizontes sociais.

Com recursos do Edital da Prince Claus Fund for Culture and Development, do governo holandês, o Dança Sem Fronteiras agora trabalha com os alunos do ensino fundamental da Escola Estadual de Tempo Integral Alfredo Paulino, no Alto da Lapa, em São Paulo. Inspirado na tradição da dança contemporânea de Nova Iorque, onde escolas abrigaram vários criadores da dança experimental, transformando as escolas em espaço de arte, aqui também a ideia é realizar uma residência artística, pensando a dança como arte e não como arte-educação.

Dança Sem FronteirasIniciado em outubro deste ano, se estenderá até outubro de 2014, com quatro horas semanais de atividades. A companhia trabalhará com as crianças, que assistirão a ensaios, terão contato com bailarinos, alguns com deficiência física. Durante esse tempo, pequenos documentários registrarão o processo e a cada três meses serão organizadas apresentações. 

A companhia também acaba de ganhar o prêmio Proac de produção de espetáculo inédito e temporada de dança para a montagem e primeiras apresentações do espetáculo Olhar de Neblina, que estreia em 2014 e também contemplará pessoas de habilidades mistas (com deficiências ou não). Vencedor do edital Proac da secretaria de cultura do estado de São Paulo, também se trata de um trabalho pautado em uma linguagem de movimento que ressalta a individualidade e a diversidade dos performers.

Sobre a idealizadora do projeto - Fernanda Amaral, gaúcha de Porto Alegre, mudou-se para São Paulo nos anos 1980, onde conviveu e trabalhou com artistas de diversas origens, nos anos 1990 estudou e trabalhou nos Estados Unidos e na Europa. No País de Gales, na Inglaterra em 1993 fundou a companhia de dança-teatro Patuá Dance, participando de inúmeros festivais europeus incluindo WOMAD (World of Music and Dance- criado pelo musico Peter Gabriel) e programas de televisão. 

Confira aqui resenha da jornalista Cremilda Medina, sobre o espetáculo Na Mesma Cena. E, aqui, assista a entrevista com Fernanda Amaral.

Mais informações estão disponíveis no blog http://patuadanceability.wordpress.com/

Document Actions

Mais informações para a imprensa: 
Pluricom Comunicação Integrada®
Katia Saisi | katiasaisi[email protected] 
Gabriel Capucho | [email protected]
Fone (11) 3774-6463 | [email protected] | www.pluricom.com.br | www.twitter.com/pluricom