Personal tools
You are here: Home Clientes EdUFSCar Notícias 2012 11 Chartier discute o conceito de autoria a partir de célebre conferência de Foucault

Clientes

Chartier discute o conceito de autoria a partir de célebre conferência de Foucault

Nov 13, 2012

Um dos mais importantes historiadores da atualidade, Roger Chartier considera o filósofo francês Michael Foucault uma fonte de inspiração maior para toda a sua geração. Convidado a articular uma palestra, no ano 2000, para a Sociedade Francesa de Filosofia, Chartier decidiu revisar a célebre conferência apresentada pelo filósofo àquela instituição, 30 anos antes, intitulada “O que é um autor?”. O resultado pode agora ser conferido em 'O que é um autor? Revisão de uma genealogia', lançado no Brasil pela EdUFSCar, com tradução de Luzmara Curcino e Carlos Eduardo Bezerra.

Abordando a emergência da função autor no Ocidente e as distintas modalidades históricas de construção dessa figura do universo da escrita, Chartier parte do mesmo princípio do filósofo de que a função autor não é universal nem atemporal, para, através de um trabalho detalhado e minucioso, rever e rediscutir as origens da figura do agente e os dispositivos históricos e culturais que o promoveram.  

Para tanto, o historiador analisa as mutações nos modos de representação do autor ao longo da historia, valendo-se de fontes as mais variadas, desde a inserção de imagens (brasões, retratos e fotografias) em frontispícios de obras manuscritas e impressas da Antiguidade à Contemporaneidade, passando pelas variações na designação do verbete ‘autor’ em diferentes dicionários, ou ainda pelas mutações físicas sofridas pelo texto ou por seu suporte, que participam da construção concreta do texto e, assim, da constituição de sua significação. As discussões presentes na obra são uma importante contribuição à história da emergência da função autor no Ocidente e ao debate atual sobre direitos autorais. 

Tendo em vista o advento, na era contemporânea, de uma nova tecnologia de produção, circulação e recepção eletrônica de textos, o tema em questão não poderia ser mais atual. Trata-se, portanto, de um texto incontornável para profissionais de Ciências Humanas, em geral, e para todos os pesquisadores interessados pelas mutações nos modos de constituição e interpretação dos textos e dos homens, em diferentes tempos e lugares de sua história. 

Sobre o autor – Roger Chartier é professor no Collège de France, junto à cátedra Écrit et cultures dans I’Europe modern, na EHESS – École des Hautes Études en Sciences Sociales e, na condição de professor visitante, na University of Pennsylvania, EUA. É autor de uma obra cujo impacto se faz reconhecer pelas numerosas traduções em diversas línguas. Em português, já conta com 13 livros traduzidos e vários artigos publicados em livros e revistas, cuja repercussão o traz ao Brasil várias vezes ao ano a convite de pesquisadores de diferentes áreas das Ciências Humanas. Entre os livros publicados no Brasil, destacam-se: A ordem dos livros: leitores, autores e bibliotecas na Europa entre os séculos XIV e XVIII (1994); Práticas da leitura (1996); A aventura do livro: do leitor ao navegador (1998); À beira da falésia: a história entre certezas e inquietude (2002); Leitura e leitores na França do Antigo Regime (2003); Inscrever e apagar: cultura escrita e literatura (2007); e Origens culturais da Revolução Francesa (2008). 

TítuloO que é um autor? Revisão de uma genealogia 
Autor: Roger Chartier 
Tradução: Luzmara Curcino e Carlos Eduardo Bezerra
Número de páginas: 90
Formato: 10,5 x 15 cm
Preço: R$ 16,00
ISBN: 978-85-7600-285-7

Mais informações sobre os livros publicados pela EdUFSCar estão disponíveis no site www.editora.ufscar.br

Document Actions

Assessoria de imprensa da EdUFSCar - Editora da Universidade Federal de São Carlos
Pluricom Comunicação Integrada®
Gabriel Capucho | [email protected]  
Katia Saisi | [email protected]
Pedro Mariani | [email protected]
11 3774-6463 | [email protected] | www.pluricom.com.br | www.twitter.com/pluricom