Personal tools
You are here: Home Clientes EdUFSCar Notícias 2013 06 Estudo histórico e sociológico resgata a origem e evolução dos laços entre a Igreja Católica, o governo e a economia solidária

Clientes

Estudo histórico e sociológico resgata a origem e evolução dos laços entre a Igreja Católica, o governo e a economia solidária

Jun 11, 2013

O estudo histórico e sociológico de André Ricardo de Souza, publicado em 'Os laços entre igreja, governo e economia solidária', lançamento da EdUFSCar, retrata a origem e evolução dos laços tecidos entre a Igreja Católica, o governo e a economia solidária no Brasil. Lançamento oportuno num momento em que o mundo desenvolvido vive em uma prolongada crise financeira, que debilita as economias europeias com efeitos nocivos sobre as demais nações em consequência da globalização econômica e para a qual o capitalismo financeirizado parece incapaz de resolver.

A Igreja Católica é matriz de alguns movimentos sociais, entre eles o da economia solidária, resgatante de valores e práticas cooperativistas do século XIX, que tinham sido também vividos por padres nos anos 1950 e 1960, como parte da “terceira via cristã”, como a Teologia da Libertação. Vários empreendimentos solidários atuais foram formados com o apoio de pastorais sociais e organismos católicos, sobretudo da Cáritas Brasileira. Economia solidária e catolicismo progressista se fizeram presentes nos governos de Lula e Dilma Rousseff com implicações relevantes como a criação da Secretaria Nacional de Economia Solidária no Ministério do Trabalho e Emprego.

André Ricardo de Souza apresenta a evolução histórica que levou uma plêiade de pensadores católicos, como Jacques Maritain, Emmanuel Mounier e Louis-Joseph Lebret, a “um crescente questionamento da sociedade capitalista, com decorrente posicionamento político”, que se inspirou nos mestres europeus do socialismo utópico, como Saint Simon, Owen, Philippe Buchez, François Fourier, Louis Blanc e Joseph Proundon. Embora com abordagens diversas, a maioria deles concluiu que, em lugar da empresa privada dirigida por um dono que busca maximizar os lucros, a sociedade industrial deveria organizar sua economia em comunidades de trabalho autônomas e autogestionárias.

Os laços entre igreja, governo e economia solidária não busca uma mobilização por uma mudança social radical, mas sim a criação de redes de ajuda mútua entre associações de produção que gradativamente parecem construir uma identidade coletiva em torno da ideia de autogestão como alternativa ao atual sistema agressivo, propondo a alteração da utopia religiosa e da ação social.

Sobre o autor – André Ricardo de Souza é doutor em Sociologia pela USP, professor adjunto do Departamento e do Programa de Pós-Graduação de Sociologia de UFSCar. Coordena o Núcleo de Estudos de Religião, Economia e Política (NEREP) e a Associação Brasileira de Pesquisadores de Economia Solidária (ABPES). Organizou com Paul Singer o livro A economia solidária no Brasil: a autogestão como resposta ao desemprego (2000) e é autor de Igreja in concert: padres cantores, mídia e marketing (2005).

Título: Os laços entre igreja, governo e economia solidaria        
Autor: André Ricardo de Souza
Número de páginas: 237                                                               
Formato: 21 x 14 cm
Preço: R$ 28,00
ISBN: 978-85-7600-313-7

 Mais informações sobre a  EdUFSCar estão disponíveis no site www.editora.ufscar.br

Document Actions

Assessoria de imprensa da EdUFSCar - Editora da Universidade Federal de São Carlos
Pluricom Comunicação Integrada®
Gabriel Capucho | [email protected]  
Katia Saisi | [email protected]
Pedro Mariani | [email protected]
11 3774-6463 | [email protected] | www.pluricom.com.br | www.twitter.com/pluricom