Personal tools
You are here: Home Clientes EdUFSCar Notícias 2014 03 Literatura de Murilo Rubião ganha estudo sobre o não senso

Clientes

Literatura de Murilo Rubião ganha estudo sobre o não senso

Mar 11, 2014

Mário de Andrade dizia que aquele que lê uma história de Murilo Rubião “é preso pelo conto, vai lendo e aceitando o irreal como se fosse real, sem nenhuma reação mais”. E é justamente essa experiência que é analisada em 'Murilo Rubião: senso e não senso', do pesquisador em Teoria Literária Eziel Belaparte Percino, lançamento da EdUFSCar.

Murilo Rubião (1916-1991) foi um dos primeiros autores a produzir ficção marcada por situações insólitas, eventos estranhos, cenas inusitadas. Não por acaso que a literatura do mineiro é estudada a partir de discussões em torno do chamado “fantástico contemporâneo” (ou neofantástico). “Por agora, no entanto, a questão é outra: alguns engenhos ou fantasias pirotécnicas em Rubião potencializam um horizonte de pensamento sobre a experiência do não senso – não significado”, explica o autor. Aqui, a própria experiência lógica na literatura de Rubião não deixa de estar ativada tanto por redes móveis de senso quanto por certo não senso crítico. Daí que a própria língua crítica não se reduza ao inventário nem à explicação, mas tente buscar, suportar e afirmar, experiencialmente, a lógica do impensável, como um pensamento sem imagem.

Murilo Rubião: senso e não senso é, assim, “nos meandros da ficção rubiana”, uma “experiência lógica” sobre a pragmática da não significação. “Entende-se a literatura não apenas como uma matéria-forma a ser analisada, mas também como uma matéria-força, uma espécie de energia elétrica, que potencializa campos de pensamento: tanto um lugar de incidência de ideias quanto um lugar de ideias. A experiência, animada aqui por uma ‘lógica do acontecimento’, cria ao longo dos capítulos cenários e instâncias associativas que, por sua vez, solicitam algumas distinções conceituais: explicação laboratorial e experiência lógica, senso-significado e senso-sentido, imagem e imagem pura, ser e extrasser”, finaliza o autor. 

Sobre o autor – Eziel Belaparte Percino é doutorando e mestre em Teoria Literária e Literatura Comparada pela Universidade de São Paulo (USP), dedicando-se a estudos transdisciplinares que envolvem filosofia contemporânea, teoria da linguagem, literatura e outras artes.

TítuloMurilo Rubião: senso e não senso
Autor: Eziel Belaparte Percino
Número de páginas: 139
Formato: 14 x 21 cm
Preço: R$ 25,00
ISBN: 978-85-7600-342-7

Mais informações sobre os livros publicados pela EdUFSCar estão disponíveis no site www.editora.ufscar.br

Document Actions

Assessoria de imprensa da EdUFSCar - Editora da Universidade Federal de São Carlos
Pluricom Comunicação Integrada®
Gabriel Capucho | [email protected]
Dandara Lima | [email protected]  
Katia Saisi | [email protected]
11 3774-6463 | [email protected] | www.pluricom.com.br | www.twitter.com/pluricom