Personal tools
You are here: Home Clientes Fundação Editora da Unesp Notícias 2020 05 Editora Unesp comemora Dia do Geógrafo com 30% de desconto

Clientes

Editora Unesp comemora Dia do Geógrafo com 30% de desconto

May 29, 2020

Em 29 de maio comemora-se o Dia do Geógrafo

A data faz uma referência ao dia da criação do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em 1936. Regulamentada desde 1970, a profissão do geógrafo é responsável por estudar a sociedade humana em sua relação com o espaço natural. Na atualidade, as áreas de meio ambiente e de geoprocessamento são as que mais têm exigido a atuação deste profissional.

Em homenagear a data e os profissionais, a Editora Unesp oferece 30% de desconto em todos os livros de Geografia de seu catálogo.

Destacamos abaixo alguns títulos disponíveis, confira aqui todo o catálogo no assunto. A promoção é válida até 4 de junho.

Glossário de Geografia Humana e Econômica
Organizador: Eliseu Savério Sposito | Páginas: 492 | De R$ 88 por R$ 61,60

É possível afirmar que, no mundo acadêmico brasileiro, no que concerne à área da Geografia, há uma carência de obras de referência que contenham o conhecimento geográfico de maneira resumida que sirvam de base para o apontamento de estudos mais aprofundados. Por essa razão, apresentamos este glossário que tem, como objetivo, mostrar um conjunto de palavras-chave das subáreas da Geografia Econômica e Geografia Urbana para que pesquisadores e estudantes tenham suas motivações na elaboração de questões e projetos e desvendem, com suas metodologias, temas de maneira mais verticalizada.

 

As políticas do urbano em São Paulo 
Autor: Eduardo Marques | Páginas: 404 | De R$ 76 por R$ 53,20

Por que, como e por quem são feitas modificações no formato das políticas que regem a cidade? Com a participação de quais atores – internos e externos ao Estado – e com que debate público e conhecimento dos cidadãos? De que forma essas mudanças seguem racionalidades técnicas e/ou interesses específicos e particularistas? Quais elementos, atores e processos influenciam a produção das políticas nas cidades em uma direção ou em outra? Este livro persegue respostas a pergunta como essas, analisando as políticas públicas responsáveis pela construção, pela manutenção e pelo funcionamento da maior metrópole brasileira e sul-americana – São Paulo – desde a redemocratização.

Camponeses e a arte da agricultura
Autor: Jan Douwe van der Ploeg | Páginas: 198 | De R$ 48 por R$ 33,60

Em Camponeses e a arte da agricultura, Jan Douwe van der Ploeg debruça-se sobre o conceito de campesinato, discutindo experiências da agricultura camponesa em países de diversas partes do mundo. Teodor Shanin e Jan Douwe van der Ploeg têm um tema em comum, outro estudioso do campesinato: Aleksandr Vasilievich Chayanov. Para os interessados em entender a agricultura camponesa, o pensamento deste autor russo - um agrônomo social, como se definia - é um estudo seminal.

Caminhos paralelos e entrecruzados 
Autor: Roberto Lobato Corrêa  | Páginas: 321 | De R$ 62 por R$ 43,40

O espaço produzido pela ação humana é complexo e mutável. Espaços diferenciados entre si, com áreas e redes diferenciadas e articuladas, constituem o foco da geografia que analisa a espacialidade do passado e do presente. Nesse sentido, os textos desta coletânea dizem respeito ao presente e ao passado. Dizem respeito também a temas distintos como pequenas cidades e sua inserção na rede urbana e formas simbólicas espaciais como estátuas e templos. Os caminhos paralelos e entrecruzados não se esgotam, e este livro pretende caminhar na direção da compreensão da espacialidade da ação humana.

Arquitetura e urbanismo no Vale do Paraíba 
Autor: Percival Tirapeli | Páginas: 240 | De R$ 130 por R$ 91

Esta obra apresenta uma ampla e profunda pesquisa sobre a fundação de vilas ao redor das capelas no Vale do Paraíba paulista durante o período colonial e sua expansão na época imperial, com as igrejas reformadas ao gosto eclético.  Artistas como Thomas Ender, Debret e Julien Pallière nos legaram rica iconografia do período da cultura do café no século XIX, quando os senhores das fazendas construíram palacetes e ornamentaram as igrejas de cidades como Lorena, Pindamonhangaba, Bananal, Jacareí, Taubaté, Guaratinguetá, São Luiz do Paraitinga e Areias. Os cientistas viajantes, como Saint-Hilaire e Zaluar, olharam para as pequenas vilas e seus relatos são fontes para compreender aqueles núcleos, hoje pujantes cidades industriais. Destacam-se neste livro análises minuciosas sobre o patrimônio sacro, desde as técnicas construtivas até seus altares barrocos. A pesquisa adentra todo o século XIX – com as reformas de igrejas que no século XX se tornaram mais amplas, adotando o estilo eclético e o neocolonial.

 

Fronteiras de tensão 
Autor: Gabriel de Santis Feltran | Páginas: 376 | De R$ 62 por R$ 43,40

Fronteiras de tensão apresenta uma nova perspectiva sobre as periferias da cidade de São Paulo, discutindo os paradoxos e mitos que as circundam. Um trabalho de fôlego, que explicita a dedicação e o compromisso de um autor/pesquisador constantemente implicado nas sensações, atitudes, observações e análises voltadas às periferias urbanas, com especial atenção ao mundo do crime e à política.

Mais informações sobre os livros publicados pela Editora Unesp estão disponíveis no site: www.editoraunesp.com.br

Document Actions

Assessoria de Imprensa da Fundação Editora da Unesp:
Mayara Lima | [email protected] 

Pluricom Comunicação Integrada®
Bianka Saccoman | [email protected]
Katia Saisi | [email protected]
[email protected] | www.pluricom.com.br | www.twitter.com/pluricom | www.facebook.com/pluricom