Personal tools
You are here: Home Clientes Grupo SM Notícias 2009 08 Princesa bastarda relata as intrigas e a arte da Florença renascentista

Clientes

Princesa bastarda relata as intrigas e a arte da Florença renascentista

Aug 03, 2009

Ambientado na Florença do século XVI, O arminho dorme, novo título de Edições SM, recria a atmosfera renascentista e compõe um retrato detalhado da poderosa família Medici, feito por meio dos olhos da jovem Bianca, filha bastarda do grão-duque da Toscana, Cosimo I. Indicado para leitores críticos (acima de 14 anos), foi eleito um dos dez melhores livros juvenis do mundo pelo Banco do Livro da Venezuela, recebeu o prêmio Raíña Lupa e entrou para a lista White Ravens da Biblioteca de Munique. A tradução é de Nilma Lacerda, escritora e especialista em leitura e literatura infantil e juvenil.

Em uma mistura de figuras históricas e personagens fictícios, acompanhamos Bianca no dia-a-dia do palácio, estabelecendo uma relação próxima tanto das ambiciosas lutas pelo poder político quanto com algumas das maiores obras de arte da história ocidental, patrocinadas pela riqueza dos Medici. O tom solene e crítico da narrativa, o discurso agudo, refinado e lírico de Bianca, os diálogos populares, os poemas de época propiciam um enredo histórico de inúmeras nuances e onde se percebe que o sentido de existir está em atar a ponta da morte à ponta da vida. 

A menina, assim como seu animal de estimação, um arminho que vivia enjaulado (animais “encantadores como uma frágil donzela, ferozes e afoitos como o pior dos animais, sanguinários com suas pobres presas”, na descrição de sua dona), era “prisioneira” de sua posição social, controlada por regras rígidas e pela vontade do pai. Apaixonada por Giullio Camollia, rapaz que integra a resistência de Siena na luta contra o domínio de Florença, Bianca terá que enfrentar um casamento por conveniência.

E além das intrigas palacianas, há espaço para reveladoras conversas com Agnolo Bronzino, pintor da corte, a escutar – durante o confuso carnaval florentino – algumas verdades ditas livremente pelo povo sobre o pai e a vislumbrar o seu trágico destino nas cartas da bruxa Maffei. Tudo isso em uma contextualização histórica que recria a atmosfera política do berço do Renascimento e proporciona uma oportunidade de reflexão sobre a busca da identidade em um mundo repleto de referências culturais as mais diversas.

Sobre o autor - Xosé A. Neira Cruz nasceu em 1968 em Santiago de Compostela. É doutor em Ciências da Comunicação e Filologia Italiana, professor da faculdade de Ciências da Comunicação da Universidade de Santiago de Compostela (Espanha) e jornalista fundador da revista galega Fadamorgana, especializada em literatura infantil e juvenil. É considerado um dos maiores escritores para crianças e jovens em língua galega. Entre os diversos prêmios que recebeu, estão Barco a Vapor (1997 e 1999), Merlin (1988 e 2000) e Lazarillo (2004).

Título: O arminho dorme
Coleção: Comboio de Corda Romance
Autor: Xosé A. Neira Cruz
Tradução: Nilma Lacerda
Número de páginas: 144
Formato: 16 x 23 cm
Preço: R$ 34
ISBN: 978-85-60820-69-6

Mais informações sobre os livros de Edições SM estão disponíveis no site: www.edicoessm.com.br

Document Actions

Logo_SMO Grupo SM é um grupo de Educação de referência na Espanha e na América Latina liderado pela Fundação SM. Responsabilidade social, inovação e proximidade à escola pautam o trabalho da entidade, que tem como objetivo promover o desenvolvimento humano e a transformação social para a construção de uma sociedade mais competente, crítica e justa.

No Brasil, onde atua desde 2004, o Grupo SM oferece um amplo catálogo de serviços educacionais e conteúdos didáticos e de literatura infantil e juvenil para a educação básica elaborado por Edições SM, e integrado a um projeto que inclui estímulo à formação continuada e à valorização de professores, incentivo à reflexão sobre educação, apoio a projetos socioculturais de diversas instituições, e fomento à leitura e à produção literária. Em parceria com o Ministério da Educação, a Organização dos Estados Ibero-americanos e outras instituições educacionais, promove iniciativas como o Prêmio Nacional de Educação em Direitos Humanos e o Prêmio Professores do Brasil. Destacam-se também o Prêmio Ibero-Americano SM de Literatura Infantil e Juvenil e o Prêmio Barco a Vapor, que se propõem a despertar o prazer pela leitura entre crianças e jovens e estimular a produção literária em espanhol e português.


Assessoria de Imprensa do Grupo SM:
Pluricom Comunicação Integrada
Heloisa Pereira | [email protected]
Cíntia Moraes | [email protected]
Fone (11) 3774-6463 | [email protected] | www.pluricom.com.br | www.twitter.com/pluricom