Personal tools
You are here: Home Clientes Wilma Motta Notícias 2006 09 OPINIÃO | Pessoas com deficiência e familiares trabalhando juntos por um futuro melhor

Clientes

OPINIÃO | Pessoas com deficiência e familiares trabalhando juntos por um futuro melhor

Sep 25, 2006

Apesar dos avanços, ainda há muito preconceito envolvendo a questão. Neste artigo, Wilma Motta aborda o papel da família, a necessidade de ampliar a difusão de informações e premência de políticas públicas para ampliar as oportunidades de inclusão social de pessoas com deficiência.

OPINIÃO | Pessoas com deficiência e familiares trabalhando juntos por um futuro melhor

Wilma Motta

Por Wilma Motta

No Brasil existem mais de 24 milhões de pessoas com algum tipo de deficiência, seja ela física, mental, visual, auditiva ou múltipla. Praticamente todas as famílias brasileiras convivem ou tem contato direto com algum portador de deficiência. Só no Estado de São Paulo são mais de 5 milhões de pessoas com deficiência, espalhadas em 645 municípios. E apesar de estarmos falando da maior economia da nação, do Estado mais populoso, mais rico e com a maior infra-estrutura do País, ainda falta muita coisa para proporcionar a tanta gente com deficiência uma qualidade de vida mais digna.

E é pra isso que quero e vou trabalhar como deputada estudual. Vivo dentro de minha família o dia-a-dia da deficiência e sei muito bem quais os anseios e as reais necessidades, tanto das pessoas com deficiência como também de seus familiares.

São Paulo é conhecido como “a locomotiva do Brasil” e até por isso, tem obrigação de dar o exemplo também no respeito para com esta questão, que mais do que social, é uma questão de respeito pelo cidadão.

As pessoas com deficiência não precisam de esmolas e nem de piedade, pelo contrário: só precisam de oportunidade e condições de produzir, como qualquer outro cidadão comum.

Acessibilidade no transporte, no espaço público, na escola, na universidade e nos órgãos públicos, menos burocracia na conquista dos seus direitos e benefícios, atendimento especializado com materiais em Braille e informações em Libras (Língua Brasileira de Sinais), prioridade no atendimento à saúde e uma legislação mais favorável à conquista real de empregos e que garanta o seu direito constitucional de ir e vir: tudo o que busca um cidadão com deficiência.

Mas um dos principais vilões dessa grande parcela da população é sem dúvida, a falta de informação.

Nossa legislação é uma das mais ricas em benefícios para PPDs – Pessoas Portadoras de Deficiências, mas quase ninguém conhece seus direitos como cidadãos, vivendo às vezes, por puro desconhecimento, graves dificuldades, privações e até necessidades básicas.

Por isso é necessário que se façam campanhas de esclarecimento, que se transmita informação sobre direitos e deveres de pessoas com deficiência à toda sociedade. É preciso que se fortaleça e que sejam provocados os debates neste sentido na Assembléia Legislativa, para que se efetivem projetos de lei, que atendam as demandas existes. Muita coisa ainda tem que mudar e sua participação neste processo é imprescindível. Conto com sua ajuda para fazer de São Paulo um exemplo de cidadania, e um Estado mais justo com as pessoas com deficiências e seus familiares.


Wilma Motta foi presidente do Secretariado Estadual e vice-presidente Nacional do PSDB-Mulher. Atualmente, é membro da Executiva Nacional do partido, onde integra a Comissão de Ética, e é vice-presidente do Instituto Sérgio Motta. É candidata a deputada estadual pelo PSDB-SP. Mais informações estão disponíveis no site: www.wilmamotta45455.can.br

 

 

Document Actions

Assessoria de imprensa de Wilma Motta:
Pluricom Comunicação Integrada
Fone (11) 3872-2861 | www.pluricom.com.br
Jornalista: Claudia Reis | celular (11) 9172-5992| [email protected]