Personal tools
You are here: Home Clientes Wilma Motta Notícias 2006 11 Wilma Motta é eleita mulher mais influente do Brasil, no Setor Público, pela Forbes Brasil

Clientes

Wilma Motta é eleita mulher mais influente do Brasil, no Setor Público, pela Forbes Brasil

Nov 28, 2006

Premiação é um reconhecimento pela fundação do Instituto Sérgio Motta, um centro de debates da política e da cultura no Brasil. Wilma Motta parte nesta quinta para Argentina, onde debate o papel da mulher na sociedade brasileira.

Wilma Motta é eleita mulher mais influente do Brasil, no Setor Público, pela Forbes Brasil

Wilma Motta é eleita mulher mais influente do Brasil, no Setor Público, pela Forbes Brasil

Wilma Motta acaba de ser premiada como a mulher mais influente do Brasil no Setor Público, pela revista Forbes Brasil. O evento de premiação aconteceu nesta terça-feira, dia 28 de novembro, no Terraço Daslu em São Paulo.

Wilma foi fundadora do Instituto Sérgio Motta, criado em homenagem a seu marido, o ex-ministro das Comunicações Sérgio Motta. A entidade caracteriza-se como um centro de debates da política e da cultura no Brasil. O instituto realiza todos os anos o Prêmio Sérgio Motta de Arte e Tecnologia, que prestigia os projetos profissionais de diversas áreas de atuação. Além de ser vice-presidente do instituto, atualmente ela também participa da vida política, sendo membro da executiva nacional do PSDB, onde integra a comissão de ética do partido.

Jus ao prêmio – A convite da Rede Solidária e Foro de La Mujer, Wilma Motta embarca nesta quinta-feira, dia 30 de novembro, para Buenos Aires, onde irá falar sobre o papel da mulher na sociedade brasileira. Ela será recebida pela diretora da entidade, Marcela Miguens, e estará acompanhada de outros brasileiros que debaterão, na Argentina, o problema da hepatite C, questão social que está entre as frentes de atuação de Wilma.

O médico Giovanni Faria, professor da UNESP, irá explicar como o pólo assistido que cuida dos portadores de Hepatite C em Botucatu conseguiu atingir 52% de RVS (Resposta Virológica Sustentada), o maior índice de cura no mundo. Francisco Martucci relatará a sua experiência como presidente da ONG "C tem que saber, C tem que curar" e Rodrigo Rosso falará sobre Hepatite C junto a portadores  de deficiências.


Document Actions

Assessoria de imprensa de Wilma Motta:
Pluricom Comunicação Integrada
Jornalistas:
Claudia Reis | Celular: (11) 9172-5992 | [email protected]
Katia Saisi | [email protected]
Fone (11) 3872-2861 | www.pluricom.com.br