Personal tools
You are here: Home Clientes EdUFSCar Notícias 2015 05 'Ditadura e homossexualidades' vence Prêmio Cidadania em Respeito à Diversidade

Clientes

'Ditadura e homossexualidades' vence Prêmio Cidadania em Respeito à Diversidade

May 18, 2015

O livro 'Ditadura e homossexualidades: repressão, resistência e a busca da verdade', organizado por James Green e Renan Quinalha e lançado em 2014 pela EdUFSCar, vence 15° Prêmio Cidadania em Respeito à Diversidade, o mais importante para o movimento LGBT, na categoria literatura. A entrega do prêmio, promovido pela APOGLBT (Associação da Parada do Orgulho GLBT de São Paulo), acontece no dia 23 de maio às 20h, na Academia Paulista de Letras.

Segundo o presidente da APOGLBT, Fernando Quaresma, "a nomeação se deve ao fato de a obra dar luz a um tema pouco explorado no que diz respeito às barbaridades ocorridas durante a Ditadura Militar Brasileira, isto é, a violência e perseguição sofrida por homossexuais, bissexuais, travestis e transexuais. Também dá um panorama geral de como o movimento LGBT foi reprimido nessa época, resistindo ao seu modo". De acordo com o presidente, "a APOGLBT acredita que é de extrema importância ter esse assunto em pauta em um momento em que diversas Comissões da Verdade estão investigando as violações aos direitos humanos cometidos pelo governo autoritário durante a ditadura brasileira".

Para Renan Quinalha, "esta premiação é muito significativa. Em primeiro lugar, porque trata-se do prêmio vinculado à maior parada LGBT do mundo, realizada na cidade de São Paulo. Em segundo lugar, porque expressa o reconhecimento de setor relevante do movimento LGBT organizado ao trabalho que fizemos de visibilizar as violações de direitos humanos cometidas contra esses segmentos sociais na época da ditadura militar. Assim, nota-se que, com essa escolha, o movimento LGBT tem preocupação em conhecer sua história e preservar uma memória da resistência que veio, justamente, no final da década de 1970, período bastante discutido e analisado no livro."

O livro Ditadura e homossexualidades busca contribuir para uma análise interdisciplinar das relações entre a ditadura brasileira (1964-1985) e as várias formas de homossexualidades, hoje mais apuradas na sigla LGBT (lésbicas, gays, bissexuais, travestis, transexuais e transgêneros). Em especial, pretende discutir de que maneiras a ditadura dificultou tanto os modos de vida de gays, lésbicas e pessoas trans quanto a afirmação do movimento LGBT no Brasil durante os anos 1960, 70 e 80. 

Além de artigos dos próprios organizadores, James Green e Renan Quinalha, também integram a coletânea textos de Carlos Fico, Benjamin Cowan, Jorge Câe Rodrigues, José Reinaldo de Lima Lopes, Luiz Gonzaga Morando Queiroz, Marisa Fernandes, Rafael Freitas Ocanha, Rita de Cassia Colaço Rodrigues, Paulo Sérgio Pinheiro, Marcelo Mattos Araújo e Adriano Diogo.

JamesSobre os organizadores – James Green é professor de história do Brasil na Brown University e autor de Além do Carnaval: a homossexualidade masculina no Brasil do século XX (Chicago, 1999; Editora da Unesp, 2000), que recebeu o Prêmio de Literatura "Cidadania em Respeito à Diversidade" da Parada GLBT de São Paulo em 2001, e Apesar de vocês: a oposição a ditadura militar nos Estados Unidos, 1964-85 (Companhia das Letras, 2009; Duke 2010), que recebeu o prêmio de melhor livro da Seção Brasil da Latin American Studies Association. Também coeditou Frescos trópicos: fontes sobre a história de homossexualidade no Brasil (José Olympio, 2006), O homossexualismo em São Paulo e outros escritos, que ganhou o Prêmio "Cidadania em Respeito à Diversidade" para Literatura da Parada GLBT de São Paulo em 2006 e Homossexualidade: movimento, sociedade e lutas, dos Cadernos Edgard Leuenroth, da Unicamp (2003). 

Renan Renan Quinalha tem formação em Direito e Ciências Sociais na USP, onde também defendeu o mestrado em Sociologia do Direito e, atualmente, cursa o doutorado em Relações Internacionais. É membro da diretoria do Grupo de Estudos sobre Internacionalização do Direito e Justiça de Transição (Idejust) e assessor da Comissão da Verdade do Estado de São Paulo "Rubens Paiva". Autor do livro Justiça de transição: contornos do conceito (Expressão Popular, 2013).

15º Prêmio Cidadania em Respeito à Diversidade
Data: 23 de maio, às 20h
Local: Academia Paulista de Letras
Largo do Arouche, 324, República - São Paulo (SP) 
Lotação: 330 pessoas
Acessibilidade para cadeirantes. 
Entrada gratuita mediante inscrição.
Confirmação de presença: [email protected] ou (11) 3335-1040

Mais informações sobre os livros publicados pela EdUFSCar estão disponíveis no site www.editora.ufscar.br

Document Actions

Assessoria de imprensa da EdUFSCar - Editora da Universidade Federal de São Carlos
Pluricom Comunicação Integrada®
Bianka Saccoman | [email protected]
Elizandra Hengles | [email protected]
Gabriel Capucho | [email protected]
Katia Saisi | [email protected]
Fone (11) 3774-6463 | [email protected] | www.pluricom.com.br 
www.twitter.com/pluricom | www.facebook.com/pluricom