Personal tools
You are here: Home Clientes Fundação Editora da Unesp Notícias 2006 03 Editora UNESP apóia o Plano Nacional do Livro e Leitura

Clientes

Editora UNESP apóia o Plano Nacional do Livro e Leitura

Mar 12, 2006

A Fundação Editora da UNESP (FEU) está participando ativamente do Plano Nacional do Livro e Leitura, lançado no dia 13 de março, durante o Fórum PNLL Vivaleitura 2006/2008, na Bienal Internacional do Livro de São Paulo.<br> <br> O PNLL tem a coordenação executiva do diretor-presidente da Fundação Editora da UNESP (FEU), José Castilho Marques Neto. O programa é uma iniciativa do Ministério da Cultura (MinC) e do Ministério da Educação (MEC) e visa aumentar o índice de leitura no País.

Editora UNESP apóia o Plano Nacional do Livro e Leitura

Editora UNESP apóia o Plano Nacional do Livro e Leitura

A Fundação Editora da UNESP (FEU) está participando ativamente do Plano Nacional do Livro e Leitura, que foi lançado no dia 13 de março, durante o Fórum PNLL Vivaleitura 2006/2008.

A coordenação executiva do PNLL está a cargo do diretor presidente da FEU, José Castilho Marques Neto (à direita, na foto), que dirigiu, como voluntário e atendendo a convite do MinC, a consolidação do primeiro documento da história do País que contempla projetos, programas e ações de iniciativa de governos, setor privado e terceiro setor. “A finalidade principal do PNLL é converter as ações em torno do livro, leitura, literatura e bibliotecas em andamento no País em uma política de Estado, de caráter permanente, que garanta o acesso ao livro e à leitura a todos os brasileiros”, explica Castilho.

O PNLL surgiu no contexto das comemorações do Ano da Leitura e, segundo seu coordenador geral, Galeno Amorim (à esquerda), da Fundação Biblioteca Nacional, do Ministério da Cultura, “será o mais importante instrumento da política pública para materializar as diretrizes básicas da Política Nacional do Livro que estão apontadas até 2022”. A partir desta visão estratégica para o curto, o médio e o longo prazo, foram articuladas 20 linhas de ação em quatro eixos principais: democratização do acesso; fomento à leitura e formação; valorização do livro e comunicação; e apoio à economia do livro.

A primeira edição do Plano Nacional do Livro e Leitura, possui nada menos do que 185 projetos e programas, de iniciativa de órgãos públicos federais, estaduais e municipais, organismos internacionais e entidades privadas e do terceiro setor. Em seu primeiro triênio de existência, o PNLL terá um período mais flexível para cadastro de ações, que estará aberto permanentemente para acolher outros projetos e programas que ainda não entraram nesta primeira versão. Também o Calendário Anual de Atividades e Eventos, que trará informações sobre feiras de livros, seminários, simpósios, debates e palestras sobre temas da área, receberá o tempo todo informações sobre a programação do que acontece a cada ano na área do livro, leitura, literatura e bibliotecas no Brasil. Em uma segunda etapa do PNLL, os governos estaduais serão estimulados a também criar, até 2007, seus Planos Estaduais do Livro e Leitura (PELL). Na fase seguinte, até 2008, será a vez dos municípios.

Mais informações sobre o PNLL estão disponíveis no Portal do PNLL: www.pnll.gov.br

Document Actions

Assessoria de Imprensa da Fundação Editora da UNESP:
Pluricom Comunicação Integrada
Jornalistas: Carlos Sandano e Katia Saisi
Fone/fax (11) 3872-2861 | [email protected] | www.pluricom.com.br